3.38.- MARLIM AZUL

Artista Plástica

3.38.- MARLIM AZUL

28 de dezembro de 2018 Acervo 0

Foto Pedro Amora
Escultura móbile 1.40 x 1.00

Uma visão cubana lembrando “O Velho e o Mar” de Ernest Hemingway.
Materiais: sobre base de bambu: plásticos; papéis pintados; tecidos; fios prateados de antena; cristais; olhos de abalone…

Foto Helena Pelizon

Meu Marlin salta leve, nas ondas verdes do mar de árvores da Mata Atlântica, bem aqui no nosso quintal.

Cada obra que faço, ou melhor, que se fazem por mim, pois a Arte quando visita, é cheia de caprichos e mandonices; então meus olhos deslumbram, minhas mãos selecionam materiais; – junta, costura, pinta, cola… Mas cada obra feita, abre um universo que me traga. Assim fui envolvida na luta entre o velho pescador e o marlin,
Sempre envolvido em conflitos, como a guerra civil espanhola, Hemingway está no “O Velho e o Mar”, obra prima, no conjunto dos seus romances, que lhe deu o Nobel da Literatura. […]dentro de sua arte, (Hemingway) realizou algumas páginas nas quais, uma experiência profundamente humana está transfigurada em palavras de concisão clássica”. (Otto Maria Carpeaux – História da Literatura Ocidental – vol. 8) No romance de Hemingway, “Por Quem os Sinos Dobram”, que virou filme, os versos do poeta Donne respondem: – “Eles dobram por ti.”

        

Deixe uma resposta